Detran-do-Pará

Cliente

O Detran (Departamento de Trânsito) do Estado do Pará é o órgão público responsável pela política de trânsito da região. A sede do organismo está localizada na capital, onde mesmo descentralizado, concentra as demandas dos municípios de todo o Estado vindas das Agências Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans).

Cenário

Devido à grande demanda de atendimento, a administração pública do órgão optou por ampliar a solução de compartilhamento de computadores (multiterminais) nas áreas de atendimento municipais, multiplicando a tecnologia já implantada em Belém. Com a criação das Agências Ciretrans, o departamento precisava descentralizar, mas com o cuidado de manter todas as informações interligadas. Dessa forma, optou-se pela solução multiterminal.

Implantação

Em 2009, a revenda autorizada da ThinNetworks, a Dados Consultoria, implantou 64 estações de trabalho. O Detran do Pará contabilizou uma forte redução de custos quando implantou as soluções. Após a primeira experiência bem sucedida com os multiterminais, o órgão decidiu ampliar o número de estações e optou por adquirir mais 120 novas estações.

Solução

Multiterminal ou multiestação é um sistema que possibilita o acesso simultâneo de múltiplos usuários a um único computador, dividindo todos os recursos da máquina, de forma independente e simultânea. O que proporciona economia de custo, espaço e investimento em manutenção. Ao adicionar monitor, teclado, e mouse a cada estação, o usuário terá área de trabalho personalizada, senha de acesso própria e utilizará aplicações de forma autônoma.

A solução multiterminal é aplicável em escolas, ambientes corporativos, laboratórios de informática, call centers, cyber cafés e etc.

Resultados

  • Redução nos investimentos em novos computadores;
  • Redução no consumo de energia elétrica;
  • Redução em 120 CPU’s que deixarão de produzir lixo tecnológico num futuro próximo;
  • Redução no esforço de suporte, pois serão 120 CPU’s a menos para manutenção;
  • Redução em 120 Pontos de rede que não precisarão ser implementados na rede lógica;
  • Redução na aquisição de 120 Nobreaks gerando uma forte redução em investimentos;
  • Redução em metros cúbicos dos moveis, que deixam de ocupar espaço.

Este é mais um caso de sucesso, na correta aplicação dos recursos públicos onde é possível obter os resultados desejados com redução significativa dos investimentos públicos, promovendo o TI Verde sem prejuízo do serviço prestado à população.